• A indústria de portugal

A indústria de portugal

A economia de Portugal: a indústria, o transporte, o sistema financeiro Portugal — banco industrial e agrícola do país. Participação no PIB: indústria de 40, a agricultura 6. A extração de pyrites, tungstênio, urânio, estanho, minério de ferro, carvão. A produção de electricidade é de 33,3 bilhões de kw·h (1995), principalmente em HIDRELÉTRICAS. As mais importantes indústrias tradicionais — têxtil (algodão e lã), de costura, enologia, a produção de azeite de oliva, peixes enlatados, tratamento de casca de cortiça (um lugar de liderança no mundo). Preto e metalurgia, engenharia (construção naval e reparação naval, автосборка, produtos eléctricos); evolução química, capacidade de refinamento e petroquímica, cimento, vidro-cerâmica (fabricação de azul de telhas indústria). Na agricultura, predomina a agricultura. Ok. 1/2 terras ocupado пашней; viticultura, fruticultura, plantações de oliveiras. Na pecuária criação de gado, criação de ovinos, criação de suínos. A pesca (captura 253,9 тыс. métrico. assim, em 1994, principalmente a sardinha). Comprimento (1996, тыс. km) de estradas de ferro 3, as auto-estradas 68,7. A exportação de: máquinas de costura e de produto, os produtos alimentares, tubo, navios, equipamentos elétricos, produtos químicos. Os principais внешнеторговые parceiros — membros da comunidade Europeia. Estrangeiro turismo (ок. de 10 milhões de pessoas por ano). A história da economia de Portugal O maior florescimento da economia de Portugal atingiu no século XV - XVI na era da conquista colonial. Esse poder foi perdido após o fracasso da união com a Espanha no século XVII, um terremoto que devastou Lisboa em 1755, e a prestação de independência do Brasil em 1822. A república foi proclamada após a revolução de 1910. Em seguida, foram quase 60 anos de reinado de диктаторского regime de Salazar. Durante este período, o investimento canalizado principalmente nas colônias africanas, enquanto os lucros, obtidos em um deles, utilizados para manter o superávit comercial e orçamentário saldos. Em 1974, прокоммунистически configurados os militares derrubaram a ditadura e começou a reformas democráticas. No ano seguinte, foi concedida a independência africanos brasileiros. Após o fracasso do golpe das forças de direita, em 1975, o país foi realizada a nacionalização dos bancos, companhias de seguros, a maioria das grandes empresas e grandes землевладений. Em 1986, Portugal entra na UE, o que levou a um significativo crescimento econômico. Indicadores estatísticos de Portugal (a partir do ano de 2012) O Índice De Valor De Território, тыс. кв. km 92.4 A população, млн. pessoas 10.8 O tamanho nominal do PIB, млрд. de dólares 210.6 A inflação, % 2.9 A taxa de desemprego, % 15.3 Ver todas as estatísticas de Portugal... Após a adesão à UE, a economia de Portugal, torna-se mais diversificada e orientada para o serviço. Nos últimos 10 anos foi приватизировано monte anteriormente nacionalizados empresas, liberalização de tal chave do setor de finanças e telecomunicações. O crescimento do PIB de Portugal ultrapassou среднеевропейский, mas abrandou em 2001-2003). O crescimento do PIB e da produtividade do trabalho impede que, em particular, o baixo nível de educação. A partir de 1 de janeiro de 2002 a unidade monetária de Portugal, tornou-se o euro, substitui o escudo. Curso de escudo para o euro fixo e é de 200,482 escudos para 1 euro. A Indústria De Portugal Três quartos de todas as instalações de produção de Portugal está concentrada em duas áreas industriais: Lisboa-Setúbal, ao sul e Porto-Braga-Aveiro, no norte do país. No distrito de Lisboa -Сетубаль as empresas operam refino de petróleo, química, siderúrgica, automotiva, eletrônica, indústria de papel e celulose, indústria de alimentos, indústria de produção de materiais de construção. No distrito de Lisboa, disponível também em equipamentos eletrônicos. No Norte predomina a indústria leve: Porto produz têxteis, calçados, móveis, vinhos, Aveiro - celulose e produtos de papel e produtos de madeira, Braga - roupas, eletrônicos, bens de consumo. No Porto é o maior no país refinaria de petróleo. Muitas empresas industriais e de química, de papel e celulose, cimento e a indústria de alimentos concentrados na faixa costeira entre o Porto e Lisboa. Recursos minerais e mineração. Recursos minerais de Portugal são muito variadas, mas dominada por pequenos depósitos. As maiores minas estão localizadas no norte do país, em grandes volumes produzidos de tungstênio, estanho, cromo e outros metais não-ferrosos, bem como o urânio. Na parte oriental do vale do р. Douro desenvolvem reservas de minério de ferro. As maiores minas estão localizadas no norte do país. Está em andamento um comercial de mineração de tungstênio, estanho, cromo e urânio. O tungstênio em grandes volumes exportados. Indústria transformadora dá ок. 40% do PIB, que responde por 32,6% de todos os empregados. As indústrias tradicionais - têxtil, de vestuário, de calçados, cerâmica, construção naval. Eles mentem, baixa produtividade do trabalho e a obsolescência da tecnologia. O novo setor de indústria automotiva, eletrônica, elétrica, química. O nível de produtividade do trabalho na indústria de Portugal é inferior ao de outros países da UE. Portugal é fortemente dependente da importação de combustível (que responde por 80% do consumo total). De baixo grau antracite é extraído perto do Porto. Гидроэнергетический o potencial de Portugal, bem dominado, e ele dar a metade do consumo de energia elétrica no país. A agricultura de Portugal A principal corn a cultura de Portugal - o trigo, o segundo lugar leva milho. O trigo é cultivado principalmente no sul do país, o milho no norte. Além disso, o valor de artigo têm leguminosas, aveia, centeio, cevada e arroz. Importante alimentar a cultura é de batatas. Um grande papel na agricultura jogam viticultura e enologia. Portugal - um dos principais da europa ocidental, os países exportadores de vinho. As mais importantes áreas da viticultura - vale do norte rios Douro, Mondego e Lima. Os vinhedos estão localizados a uma Алгарви e n ove de Setúbal, ao sul de Lisboa. Portugueses de vinhos de sobremesa, especialmente o vinho do porto e moscatel, e também cor-de-rosa vinhos de mesa são conhecidos em todo o mundo. Longa linha de costa de Portugal e a riqueza dos recursos haliêuticos em águas costeiras contribuiu para o desenvolvimento da pesca. Na composição de captura de prevalecer a sardinha, também na costa do país está em andamento pesca de sardinha, anchova, atum, e no Atlântico Norte - bacalhau. Os principais portos de pesca - Matosinhos, Setúbal, Portimão. Florestal desempenha um papel importante na economia de Portugal, cerca de um terço do território do país é coberto por florestas.. Comercialmente valiosos rochas são o pinheiro e o aglomerado de carvalho. Portugal produz anualmente mais de matéria-prima de sobreiro, do que o resto do mundo. Eucaliptos, importados da Austrália, são a principal fonte de matéria-prima para a produção de celulose. Transporte De Portugal O comprimento da rede de estradas de ferro 2,8 тыс. km, automotivos - 68,7 тыс. км. De norte padrões de rede de transporte não se desenvolveu o suficiente. Vasta investimentos em rodovias e ferrovias exclusivamente através de subsídios e empréstimos da UE. Os principais portos são: aveiro, Aveiro, Funchal (Madeira), Horta (Açores), Lisboa, Porto, Ponta Delgada (Açores), Setúbal, Viana do castelo Kaštel. Em Portugal tem 66 aeroportos, aeroportos internacionais funcionam em Lisboa, Porto, Faro, Açores sobre-wah e da Madeira. Comércio exterior e de pagamentos de Portugal Após a revolução de 1974, a balança comercial de Portugal, teve a circular, a estrutura: o ano com um saldo positivo de alternavam-se com o passar dos anos com a deficiência. O déficit de volume de negócios geralmente compensado por receitas provenientes do turismo e remessas de portugueses trabalhadores emigrantes. Em 1995, as receitas de turismo estrangeiro representaram 4,8% do PIB. Os principais tipos de produtos de exportação - têxteis, vestuário, calçado, madeira em bruto (incluindo o tubo), embarcações, equipamentos elétricos, produtos químicos. Importam principalmente de energia, matérias-primas para diversas indústrias e de alimentos. Principais parceiros comerciais de Portugal é o país da UE (ALEMANHA, França e reino Unido). Portugal, anualmente, traduz significativa de juros e pagamentos de dividendos de acordo com a international dívida e aumento de investimentos estrangeiros diretos. A dívida externa de Portugal, em 1997, foi de 63,2% do PIB. A integração com a UE. A participação na UE (desde 1986), exigiu o cancelamento de políticas protecionistas. Em 1991, Portugal manteve-se o mais pobre dos países da UE, mas a adesão a esta organização permitiu despeje o novo capital na economia do país. O montante de investimentos estrangeiros diretos, depois de 1986, anualmente, удваивались. Financeiro e bancário do sistema Portugal